quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

PREFEITURA DE LAJES REVONA PACTO DE ALFABETIZAÇÃO JUNTO AO MEC E INICIA FORMAÇÕES DOS PROFESSORES E COORDENADORES PEDAGÓGICOS DO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO E DA PRÉ-ESCOLA.



O PNAIC - Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa é um compromisso formal e solidário assumido pelos governos Federal, do Distrito Federal, dos Estados e dos Municípios, desde 2012, para atender à Meta 5 do Plano Nacional da Educação (PNE), que estabelece a obrigatoriedade de “Alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º (terceiro) ano do ensino fundamental”.
O PNAIC foi lançado em 2012, e, o município de Lajes aderiu deste 2013 de acordo com dados disponíveis no Sistema Informatizado de Monitoramento do PNAIC (SisPacto), na cidade de Lajes, em 2013, foram capacitados, em Linguagem,  professores alfabetizadores em curso com carga horária de 120 horas; em 2014, foram  profissionais e a ênfase da formação foi em Matemática, em curso com carga horária de 160 horas; em 2015, foram capacitados  professores em temáticas como Gestão Escolar, Currículo, a Criança do Ciclo de Alfabetização e Interdisciplinaridade; e, em 2016, foram alfabetizadores e coordenadores pedagógicos atendidos em cursos com carga horária mínima de 100 horas e com ênfase em leitura, escrita e letramento matemático.
A principal inovação no programa em 2017 refere-se a um direcionamento maior na intencionalidade pedagógica das formações e da atuação dos formadores, articulada a um modelo de fortalecimento da capacidade institucional local, reforçando a importância de ter, na estrutura de formação e gestão, atores locais altamente comprometidos com os processos formativos e de monitoramento, avaliação e intervenção pedagógica. Outra inovação foi a inserção dos professores e coordenadores pedagógico da Pré-Escola.
O fortalecimento da governança, por meio das estruturas estaduais, regionais e locais de formação e gestão, direcionadas pelo Comitê Gestor Estadual para a Alfabetização e o Letramento, com estrutura paritária de decisão entre Undime e Estado, busca incentivar o diálogo e a colaboração entre os entes públicos e garantir que as atividades formativas cheguem à sala de aula, respeitando as necessidades dos alunos de toda a rede de ensino.
A intenção é promover a cooperação federativa e apoiar a constituição de equipes de coordenadores vinculados às redes de ensino para que estas assegurem o acompanhamento das ações do programa e avaliem a aprendizagem dos estudantes, responsabilizando-se também: (a) pela definição de metas a serem alcançadas; e (b) pelos resultados da alfabetização em seus estados e municípios.
Fonte : http://pacto.mec.gov.br/documento-orientador-2017

















 

quinta-feira, 30 de novembro de 2017

NOVA IDENTIDADE CEMEI



O Centro Municipal de Educação Infantil Professora Lindalva Pereira Alves (CEMEI), apresenta a sua nova identidade. Exaltando cores que compõe a sua estrutura física, a ludicidade contextualizada na educação infantil, a modernidade dos cubos tridimensionais e a glória da coroa triunfal.
 O CEMEI foi entregue a população de Lajes em dezembro de 2016 na administração do ex-prefeito Benes Leocádio, estando próximo de comemorar-se seu primeiro ano de atividade. Hoje acomodam-se 263 alunos, sendo 2 com necessidades especiais, 8 salas de aulas todas climatizadas, 45 servidores municipais, destes, 20 professores e auxiliares educando e orientando crianças de 2 a 5 anos, do maternal I até o 2º Período, que recebem além da educação de qualidade, duas refeições por período, balanceada e controlada por uma nutricionista. No CEMEI também aplica-se o Programa de Saúde na Escola (PSE), com acompanhamento médico e odontológico de todos os alunos, e o acompanhamento específico por uma equipe multiprofissional, composta por psicólogo, fonoaudiólogo, assistente social e psicopedagogo.

#Lajes94anos #CEMEI #MinhaCidadeMelhor 



quarta-feira, 29 de novembro de 2017

PROJETO CULTURA NA COMUNIDADE



A Prefeitura de Lajes, por meio da Secretaria de Educação e do Departamento de Cultura, realizou neste mês de novembro o projeto "Cultura na Comunidade", promovendo a exibição e a realização de festival de curtas-metragens, apresentações culturais, exibições com leitores da literatura de cordel, artistas e grupos folclóricos, além de momentos de lazer com violeiros e músicos locais. A Caravana Cultural visitou as comunidades de Firmamento, Assentamento Boa Vista e 03 de Agosto, criando oportunidades para que a população tivesse acesso a diferentes formas de expressões e linguagens culturais, sempre através do entretenimento.


A Secretaria de Educação e Cultura contou com a parceria e o apoio do historiador e cordelista Cícero Eleutério e do Núcleo da Cidadania da Criança e do Adolescentes (NUCA), da Associação Comunitária do 03 de Agosto e das Escolas Alípio Amâncio e Francisco Garcia.